Evento do HubEP promove debates no Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza

Em 17 de outubro, data em que é celebrado o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, o Instituto Dara promoveu o evento Mulheres e mudança social, uma iniciativa do Hub para Erradicação da Pobreza – HubEP. Dividido em dois painéis, o encontro reuniu mulheres representantes de diversas organizações da sociedade civil para uma roda de conversa sobre as desigualdades sociais e raciais que permeiam o país.

O primeiro painel, Gênero, raça e pobreza, trouxe Rita Brandão, Diretora do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), como mediadora da conversa que reuniu Mônica Sacramento, Coordenadora Programática da ONG Criola, e Vitória Régia da Silva, Vice-presidente da Associação Gênero e Número.

Em sua fala, Mônica destacou o papel de mulheres pretas no reconhecimento da desigualdade em índices sociais: “Elas vão nos dizendo como as experiências são diversas. Como essa dimensões – classe, raça e gênero – atravessam essas experiências e vão conformando destinos, trajetórias, oportunidades. São essas mulheres pretas que nos mostram o que a pobreza informa sobre a qualidade da nossa democracia.”

O segundo painel, Organizações de mulheres e mudança social, foi mediado por Maysa Gil, coordenadora executiva do Instituto JCA, e contou com a participação de Dra. Vera Cordeiro, fundadora e Presidente do Conselho de Administração do Instituto Dara; Amália Fischer, Diretora Geral do Elas+ Doar para Transformar; Lygia Anthero, Coordenadora de relacionamento e causas coletivas no Sistema B Brasil; e Daíse Porto, Coordenadora da Escola de Negócios da Rede Asta.

“Quando falamos de erradicação da pobreza, entendemos que o trabalho tem um papel fundamental para a redução das desigualdades sociais e, por isso, é essencial conhecer e entender as intersecções entre gênero, raça e pobreza para a formulação de políticas públicas que promovam o desenvolvimento social”, ressaltou Lygia Anthero.

Dra. Vera destacou a necessidade de abordar as dimensões de gênero e raça que permeiam a pobreza, ressaltando a demora em reconhecer e discutir a interseccionalidade no país. A chamada é clara: é preciso estabelecer uma união entre governos e empresas para enfrentar a desigualdade social. Ao apontar para a importância de reconhecer organizações e associações locais, ela enfatiza a necessidade de movimento e engajamento para transformar não apenas vidas individuais, mas a realidade de comunidades inteiras.

“Sabemos que a pobreza no Brasil tem gênero e raça. Demorou muito para se discutir a intersecção entre essas questões no país, mas é preciso que governos e empresas se unam para debater como reduzir essa abismal desigualdade social e suas consequências. Diante das falas de lideranças femininas tão potentes que atuam por causas sociais, quem nos assistiu, hoje, pode se inspirar a conhecer organizações e associações em suas comunidades e territórios buscando transformar suas vidas, assim como a realidade de outras pessoas e comunidades, mas é preciso se mover”, apontou Dra. Vera.

Assista aqui

 

Sobre o HubEP

O Hub para Erradicação da Pobreza – HubEP é uma iniciativa multissetorial e 100% colaborativa formada por organizações sociais brasileiras de grande relevância: Ação da Cidadania, Cieds, Gastromotiva, Instituto Dara, Ipê – Instituto de Pesquisas Ecológicas, Rede Asta, Sistema B Brasil e UNIperiferias.
A plataforma disponibiliza, gratuitamente, conteúdos, publicações, metodologias, histórias e experiências de diversas instituições sociais. Acesse e saiba mais: hubep.org.br

Download Nulled WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Free Download WordPress Themes
free online course
download lenevo firmware
Download WordPress Themes Free
lynda course free download